Atividades
  • Notificações
  • Tags
  • Favoritos
Nenhuma notificação

Design sprint no RH

Design sprint no RH
Cristina Leal
jul. 17 - 5 min de leitura
9 Curtidas
2 Comentários
0

Passamos hoje por um momento bem diferente do que havíamos algum dia imaginado. O ano de 2020 em nada se parece com o que planejamos em 2019, não é mesmo? Esse meme abaixo já viralizou pelas redes sociais, e traduz bastante a realidade das empresas:

Sim, já rimos disso algumas vezes (até porque vemos verdades por aqui…), mas não basta reconhecer e achar engraçado… Precisamos assumir o protagonismo desta transformação e conduzi-la a favor dos melhores resultados. E como fazer isso em meio a tanta complexidade?

O mindset ágil é uma resposta a essa pergunta. O ágil prevê uma abordagem iterativa, experimental e centrada no cliente (usuário) para resolver os problemas de forma mais rápida. Assim, no cenário que estamos vivendo, o ágil pode ser um grande aliado na busca de novas formas de trabalhar!

Ok, mas então como? Uma das formas que gostamos muito de trabalhar na nw2 é com Design Sprints. Este é um método que ficou famoso pela Google Ventures e por ser muito utilizado em startups do Vale do Silício. Vocês podem se aprofundar ainda mais lendo o livro “Sprint — o método usado no Google para testar e aplicar ideias em apenas 5 dias”. Aqui na nw2 trabalhamos com o método do design sprint adaptado para responder a problemas de gestão e ambiente de trabalho, corroborando com nosso propósito de reinventar o RH e as relações de trabalho.

Como o próprio nome do livro diz, o método propõe dividir o trabalho em 5 fases ou dias. Ou seja, nestes 5 dias começamos com um problema e finalizamos com um protótipo testado e validado com o usuário final. É bem importante que as etapas sejam seguidas com atenção para que não fique nenhuma ponta solta e o resultado final seja alcançado.

A design sprint é conduzida por um facilitador que tenha bom conhecimento do método e composta por um time multidisciplinar de trabalho. No nosso caso, juntamos tanto o time nw2 quanto o time cliente e, no cliente, vamos além do RH trazendo os demais colaboradores para participar. A riqueza de opiniões faz muita diferença na cocriação de soluções!

A jornada dos 5 dias começa com o mapeamento do problema e entendimento do usuário. Depois, é o momento de gerar o maior volume de ideias para resolver o problema priorizado e escolher, dentre elas, a melhor. A melhor ideia será prototipada de forma barata, porém o mais real possível, para que seja feito o teste com o usuário final. Acredite, você não precisa testar seu protótipo com um milhão de pessoas…. “85% dos problemas podem ser identificados com 5 usuários.” (Nielsen Norman Group)

Um exemplo prático de como aplicamos num projeto nw2 foi para o desenvolvimento da liderança de uma empresa de máquinas agrícolas. Começamos entendendo os usuários e o problema real. Chegamos nas personas* da organização (líder sênior, líder júnior e liderados) e as próprias pessoas, representantes das personas, nos apoiaram a chegar no problema de “como podemos ter líderes mais empáticos na empresa”. 

Personas são representações fictícias de grupos de pessoas que compartilham pontos de vista em comum.

A ideação foi feita com os líderes, RH e time nw2 num formato gamificado e a decisão da ideia priorizada foi tomada por um comitê executivo composto pelos donos da empresa em conjunto com os criadores das ideias. A ideia vencedora previa um job rotation entre os líderes para que entendessem mais das dores alheias. Considerando todos os princípios por traz da ideia vencedora, o time nw2 prototipou em 1 dia um programa chamado: Missão Marte — no mundo do outro somos todos marcianos. No dia seguinte foi possível testar o protótipo com 5 duplas e ajustar os pontos necessários para seguir com o lançamento. O programa foi um sucesso e trouxe ótimos resultados e reconhecimentos para a empresa.

O interessante deste trabalho foi a velocidade da entrega e o sucesso da cocriação! Juntando o conhecimento do negócio e necessidades dos líderes da empresa com todo conhecimento do método do time nw2, conseguimos chegar a soluções diferentes, simples e impactantes.

É comum que as pessoas me questionem se é possível fazer uma design sprint online e hoje consigo responder com tranquilidade que sim! Vai exigir adaptações no formato das atividades e, eventualmente, até da agenda, mas os objetivos e resultados continuam os mesmos!

Que tal testar uma design sprint para resolver os problemas que estamos enfrentando neste novo momento / contexto? Quer saber mais como podemos passar por isso junt@s?! Manda uma mensagem pra gente!!


Denunciar publicação
9 Curtidas
2 Comentários
0
0 respostas

Indicados para você